Gestão financeira para freelancers: como fazer?

Gestão financeira para freelancers: como fazer?

Para muitos, ser freelancer é o santo graal do trabalhador: trabalhar a vontade, sentado na praia, com uma cerveja na mão, ou viajando pelo mundo enquanto outros precisam ficar trancado em seus escritórios. Porém, quem já trabalha como freelancer sabe que a coisa não é bem assim.

Como fazer gestão financeira

Gestão financeira para freelancers: como fazer?

Na verdade, os freelancers estão muito bem familiarizados com as potenciais desvantagens dessa carreira: não saber quando o próximo salário vai chegar e nem quanto vai ganhar naquele mês, não ter certeza se haverá serviço, não ter um plano de saúde ou de aposentadoria e, ainda, não ter férias remuneradas; afinal, se você não produz, também não ganha.

Exatamente por isso, a gestão financeira é tão importante para quem atua dessa maneira. No post de hoje, trago algumas dicas supervaliosas que você deve seguir para manter tudo sob controle. Acompanhe!

Funde emergência da gestão financeira

Na gestão financeira é importante ter um fundo de emergência como Plano B

Tenha um fundo de emergência

Se você ainda não é um freelancer em tempo integral, a melhor coisa que pode fazer por si mesmo, financeiramente, é construir um fundo de emergência que permita que você pague todas as suas contas por pelo menos alguns meses.

Espero que você nunca precise desse dinheiro, mas se as coisas não saírem como o esperado, pelo menos, você vai ter uma pequena reserva até tudo começar a engrenar.

Se você já for um freelancer em tempo integral, não é tarde para tratar desse assunto. Separe uma porcentagem dos seus ganhos e vá montando esse fundo para auxiliar sua gestão financeira.

Defina um orçamento e corte os extras

Uma das grandes dificuldades para quem trabalha em casa é saber como viver com uma renda que muda frequentemente. Nesta situação, é fundamental que você tenha uma ideia para onde seu dinheiro está indo.

Se você está apenas começando na área, é bom tentar controlar ao máximo suas despesas, ao menos até que esteja confortável com a quantia de dinheiro que você pode fazer e com o estilo de vida que vai ser capaz de suportar.

Orçamento é um elemento-chave em qualquer tipo de gestão financeira. Cortar despesas extras não significa que você terá que fazê-lo para sempre, mas se concentrar em reduzir as despesas atuais é importante para construir um negócio sem o stress de precisar de grandes quantias para se manter.

Conta bancária da gestão financeira

Para uma boa gestão financeira é necessário criar uma conta bancária separada

Crie contas bancárias separadas

Outra luta comum para os freelancers é manter o dinheiro pessoal e dos negócios de forma separada. Minha sugestão para isso é ter contas separadas, delimitando bem o que é para investir e o que é para seu uso. Essa ação ajuda muito, inclusive na hora de contratar um contador ou fazer o pagamento do Imposto de Renda.

Outra vantagem ao separar as contas é que você consegue se programar melhor, definindo um salário para si mesmo e deixando o restante totalmente isolado em outra conta. Lembre-se, organização é a chave para qualquer gestão financeira de sucesso.

Definir metas de renda para cada mês

A maioria dos freelancers é pelo menos um pouco objetivo e bem orientado. Designers, por exemplo, estão acostumados a trabalhar constantemente com prazos curtos e cumprimento de metas em projetos de clientes. Assim, por que não usar essas metas também consigo próprio?

Descobri que, assim como eu, muitos ganham uma motivação a mais quando definem metas mensais para si mesmos. As metas não precisam ser necessariamente mensais, elas podem ser trimestrais ou anuais, como você se sentir melhor. No entanto, acho que você verá o seu rendimento aumentar um pouco mais se definir uma meta mais agressiva, porém, razoável.

E aí, gostou das dicas que passei? Tenho certeza que, com elas, sua gestão financeira vai se tornar muito mais eficaz, garantindo maior controle sobre seu dinheiro e permitindo que você possa trabalhar de forma mais sossegada, sem perder o controle sobre suas contas.

Conhece outras pessoas que estão precisando de algumas dicas com seus orçamentos? Que tal então compartilhar esse conteúdo em suas redes sociais?

[et_bloom_inline optin_id=”optin_34″]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *