Errando e aprendendo: como enfrentar momentos de fracasso no empreendedorismo

Errando e aprendendo: como enfrentar momentos de fracasso no empreendedorismo

Fracasso – que palavrinha chata, hein?! Ainda mais para nós, empreendedores, que vislumbramos o sucesso, as conquistas e os bons resultados. A vontade maior era nunca ter que usá-la, não é? Calma, não é bem por aí!

A nossa cultura trata o erro como uma coisa totalmente ruim, sem nenhum pinguinho de aproveitamento. Desde a pré-escola, aprendemos que só existe uma resposta certa para as perguntas e acabamos, sem querer, levando isso para outras áreas da vida onde as possibilidades são infinitas.

Errando e aprendendo: como enfrentar momentos de fracasso no empreendedorismo

Errando e aprendendo: como enfrentar momentos de fracasso no empreendedorismo

O fracasso a nosso favor

O fracasso a nosso favor

O fracasso a nosso favor

O que precisamos, como empreendedores, não é fugir do fracasso, mas aprender com ele. Vou emprestar as palavras do escritor Denis Waitley, para te mostrar no que eu acredito:

“O fracasso deveria ser nosso professor, não nosso coveiro. Fracasso é adiantamento, não derrota. É um desvio temporário, não um beco sem saída. Fracasso é algo que nós só podemos evitar não dizendo nada, não fazendo nada e não sendo nada.”
Denis Waitley, escritor

A verdade que precisa ficar clara para você e para mim é que o fracasso faz parte da jornada empreendedora. O que precisamos fazer é trazer um novo significado para ele, entendendo nossos erros como aprendizados. Afinal, queremos chegar a algum lugar e no caminho passaremos por tropeços e escorregões.

Tudo bem, eu sei que não é fácil. Os erros podem nos abalar muito, principalmente quando envolvem dinheiro. Por isso, precisamos estar preparados para saber lidar com os problemas da melhor forma possível. É importante começar a ver o fracasso com outros olhos e também se fortalecer para não deixar a peteca cair quando alguma coisa fugir dos seus planos.

Foco nas soluções e não nos problemas

Errando e aprendendo - Foco nas soluções e não nos problemas

Foco nas soluções e não nos problemas

Vamos fazer um exercício: o que você vê na imagem? Muitas pessoas vão falar apenas do pontinho no meio da folha, dizendo que é um ponto, uma mancha. Mas o que a maioria esquece é de falar de toda a área branca de papel que existe ao redor da bolinha.

Assim são os nossos erros e as possibilidades de solução: às vezes só focamos no problema e não na solução que está ao redor. Nos momentos de fracasso, precisamos dar um passo atrás e olhar o todo, para enxergar o que podemos aprender com aquilo e também as formas para resolver a questão. Isso pode te ajudar a fortalecer a sua motivação para resolver o quanto antes e partir para a próxima.

Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima

Errando e aprendendo - Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima

Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima

Falando em motivação, sabe aquela história de “levanta a cabeça senão a coroa cai”? O caminho é por aí mesmo! Para quem quer empreender, não pode faltar disposição para se levantar depois de cada tropeço. Afinal, até aqui você já aceitou que eles são inevitáveis, né?

Persistência é a palavra da vez. Sabendo que os erros virão, você pode se preparar para olhar com mais atenção cada uma de suas quedas, para aprender a se levantar cada vez mais forte.

Planeje, erre e tente de novo

Errando e aprendendo - Planeje, erre e tente de novo

Planeje, erre e tente de novo

Uma coisa que pode ajudar muito a aprender com os erros e também evitá-los é o planejamento. Quando estruturamos nossas ações em forma de projeto, sabemos onde estamos, onde queremos chegar e o caminho que traçamos para ligar as duas pontas. Aí, quando acontece algum problema, fica mais fácil de descobrir o que causou esse erro. Assim, na próxima vez, você vai saber como evitá-lo. Viu? Aprendizado!

Fazer o planejamento também pode ser uma ação que vem depois do erro. Montar um plano para resolver a questão pode te ajudar se reerguer. Apontar para o futuro é sempre o melhor caminho, mas sem deixar de lado o que vivemos e aprendemos com o passado. Aprender com os erros também faz parte de ser um visionário: só conseguimos ir em frente depois que aprendemos com o caminho que já passamos.

E você, o que me conta sobre seus fracassos e aprendizados? Deixe um comentário contando sua história, ela pode inspirar muitos outros empreendedores a olhar para seus próprios fracassos com outros olhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *